Transporte rodoviário de cargas: desafios à maior eficiência

Transporte rodoviário de cargas: desafios à maior eficiência

0
(0)

Resultado de uma pesquisa feita pela startup Fretefy, com transportadoras e embarcadores do Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Rio Grande do Sul revelou informações importantes sobre o transporte rodoviário de cargas. Segundo a pesquisa, divulgada no último Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas – FENATRAN, ocorrido em outubro de 2019, os dois maiores problemas observados foram: entregas fora do prazo e cargas com avarias.

O transporte rodoviário é responsável pela movimentação de cerca de 58% das cargas de produtos no Brasil. Considerando a expressividade desse modal, não é difícil imaginar os impactos resultantes de uma mais baixa eficiência no transporte.

O transporte é uma das principais funções logísticas. Além de representar a maior parcela dos custos logísticos na maioria das organizações, tem papel fundamental no desempenho de diversas dimensões do serviço ao cliente.

Nazario, Paulo.  Papel do transporte na estratégia logística. In: Logística empresarial: a perspectiva brasileira / (organização) Paulo Fernando Fleury, Peter Wanke, Kleber Fossati Figueiredo. São Paulo: Atlas, 2000. p.126.

Assim, os resultados apresentados na pesquisa, trazem em si, preocupações importantes em relação ao transporte de cargas e merecem uma atenção especial das empresas. São grandes desafios a serem enfrentados.

A pesquisa

A Fretefy atua na área de otimização da gestão logística do transporte de cargas ponta a ponta. A empresa encomendou a pesquisa à JR Consultoria, para entender melhor seu mercado e poder colaborar com propostas de solução aos problemas detectados.

A pesquisa, que contou com a participação de 230 indústrias e transportadores dos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Rio Grande do Sul, foi apresentada no 22º Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas, ocorrido em São Paulo, entre os dias 14 e 18 de outubro de 2019.

prazo no transporte rodoviário de cargas
Resultados da pesquisa sobre entregas no prazo

A pesquisa revelou que 83% das entregas foram realizadas fora dos prazos acordados e que em 20% das operações, a carga foi entregue com algum tipo de avaria.

avarias no transporte rodoviário de cargas
Resultados da pesquisa sobre ocorrência de avarias

Tais ocorrências têm uma série de diferentes causas. Atuar sobre elas é fundamental para um melhor nível de serviço aos clientes.

Baixa eficiência no transporte rodoviário de cargas

A baixa eficiência no transporte rodoviário de cargas tem como consequência principal a insatisfação do cliente. Além disso, quando o produto chega com avarias, pode ocasionar também a devolução, o que aumenta ainda mais esse sentimento.

Seja pelo atraso ou pelo fato de haver avarias, a devolução de um produto traz custos adicionais à empresa, tais como o custo referente à perda de vendas futuras. Em geral, quando ocorre algum problema na entrega, o cliente pode simplesmente desistir do fornecedor do serviço em outras operações.

Além disso, a devolução exige da empresa o investimento em um processo de logística reversa, tema que já foi analisado em nosso blog.

Como aumentar a eficiência nos transportes?

Para vencer esses desafios, as empresas podem implantar algumas técnicas e procedimentos visando garantir uma maior eficiência no transporte rodoviário de cargas.

A implantação de um sistema de roteirização das entregas é um procedimento importante para reduzir as ocorrências de entregas fora dos prazos. Dessa forma, é possível otimizar as entregas, buscando as melhores oportunidades de transporte, conjugando operações próximas e evitando idas e vindas de caminhões para carga e descarga de produtos.

Roteirização de cargas como ferramenta de otimização

Além disso, a oferta de mecanismos de rastreamento das cargas permite acompanhar e atuar onde necessário, visando garantir os prazos acordados com os clientes.

Um terceiro fator está relacionado ao treinamento das equipes em relação à manipulação das cargas. Algumas cargas, em função de sua natureza, exigem cuidados especiais no manuseio, em função das características dos produtos. Já discutimos, no blog, de que forma a natureza das cargas pode influenciar a seleção do modal de transporte, e isso vale também para as exigências em relação à sua manipulação.

Impactos da roteirização sobre os custos

Para as empresas, sempre preocupadas com o custo do transporte que é um dos mais significativos entre os custos logísticos, a prática da roteirização irá colaborar no sentido de otimizar o uso dos veículos no transporte rodoviário de cargas.

Além disso, a roteirização auxilia na otimização do uso da capacidade de transporte, pois na medida em que os roteiros são estabelecidos de forma a consolidar cargas com entregas próximas, isso também garante uma maior taxa de ocupação dos veículos. Dessa forma, são evitadas situações de viagens com baixa capacidade (ou até de veículos vazios) nas operações.

Outra vantagem em relação à roteirização é uma melhor gestão sobre os custos com combustíveis, manutenção e outros custos de transporte, na medida em que são reduzidas as frequencias de viagens. Assim, a empresa tem um melhor controle dos custos variáveis no transporte, otimizando seus resultados globais.

Parcerias no transporte

Em função de todas essas questões, para as indústrias, quase sempre a melhor opção é a terceirização do serviço de transportes. Com isso, a empresa pode se concentrar no seu negócio, deixando para os transportadores a tarefa de levar seus produtos até o mercado.

As parcerias logísticas, conforme já abordado em nosso blog, são fundamentais para atingir esse propósito. É fundamental que a transportadora esteja comprometida com a cadeia de suprimento do fabricante, sob risco de ocorrerem os problemas apresentados nessa pesquisa. Através de mecanismos de avaliação dos serviços de transporte, as empresas podem avaliar suas contratadas e tomar as ações necessárias para corrigir tais situações.

Devemos lembrar que para o consumidor final, não importa quem seja o responsável pela entrega. Havendo algum problema, ele irá acionar o fornecedor do produto. E este deverá dispor de mecanismos que garantam o comprometimento do entregador. Isentar-se dessa responsabilidade frente ao cliente é um grande risco que a empresa corre de perder definitivamente futuras compras.

Dessa forma, pode-se observar que uma maior eficiência no transporte contribui para a redução dos custos operacionais além de oferecer um melhor nível de serviço ao cliente, que é o objetivo final do transporte de cargas.


Se você gostou desse assunto saiba que este e muitos outros, relacionados à logística empresarial, são discutidos em nosso curso Logística Integrada na Cadeia de Suprimento. Conheça o programa completo do curso.

Deixe seu comentário e compartilhe esse artigo em suas redes sociais.

REFERÊNCIAS:

Fretefy. Site oficial.

Nazario, Paulo.  Papel do transporte na estratégia logística. In: Logística empresarial: a perspectiva brasileira / (organização) Paulo Fernando Fleury, Peter Wanke, Kleber Fossati Figueiredo. São Paulo: Atlas, 2000.


Como você classifica esse post?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.