Simulação de cenários como ferramenta logística

Simulação de cenários como ferramenta logística

Simulação de cenários como ferramenta logística

0
(0)

Para que as empresas se mantenham competitivas em seus mercados, a gestão eficiente dos custos é um dos fatores primordiais. Nesse sentido, a simulação de cenários vem como um instrumento de análise, que permite visualizar os processos existentes, seus fluxos e gargalos, prevendo situações que possam impactar os custos logísticos.

A maior parte das decisões gerenciais, tomadas em função dos custos, não considera suas possíveis variações, comprometendo assim a qualidade de tais avaliações.

E como a simulação de processos tem avançado enormemente nos últimos anos, acompanhando a evolução dos sistemas computacionais, hoje é possível fazer simulação em cenários cada vez mais complexos.

Simulações têm sido usadas para enfrentar praticamente todos os tipos de problemas de planejamento em logística.

BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos / logística empresarial. 5 ed. Porto Alegre: Bookman, 2006. p. 502.

O que é a simulação de cenários

A análise e simulação de cenários compreende um estudo sobre as tendências para ocorrência de fatos, permitindo à empresa antecipar-se a algo que possa realmente acontecer. Deve-se considerar que essa simulação está sempre vinculada a um determinado período de tempo.

Devido à complexidade dos fatores que influenciam as decisões empresariais, é sempre necessário analisar diferentes cenários. Dessa forma, devem ser avaliadas as diferentes tendências em cada um deles, sejam elas positivas ou negativas.

simulação de cenários na tomada de decisão
A simulação de cenários é uma importante ferramenta de auxílio nas tomadas de decisão.

Assim, a utilização de simulação é uma importante ferramenta de apoio gerencial, sendo cada vez mais utilizada pelas empresas, com o objetivo de reduzir o número de surpresas desagradáveis durante a sua existência.

Entre as vantagens do uso de simulação de cenários, podemos citar: o auxílio na previsão de situações, maior segurança no processo decisório e evitar contratempos.

Auxílio na previsão de situações

A análise da simulação de cenários leva, em geral, a duas situações distintas:

  • Cenário otimista – geralmente utilizado para mostrar resultados promissores do negócio. As principais variáveis encontradas nesse tipo de cenário são receitas, custos e investimentos.
  • Cenário pessimista – utilizado para permitir modificar situações que venha a impactar negativamente a receita ou aumentar os custos e investimentos das empresas. É um cenário que permite, por exemplo, a empresa tomar a decisão sobre continuar ou não em um mercado, a partir da comparação com o cenário atual (existente).

A simulação de cenários é, portanto, uma ferramenta extremamente importante nas modificações dos rumos dos negócios das empresas, produzindo indicadores de viabilidade futura.

Maior segurança no processo decisório

O ponto mais importante é permitir realizar projeções realistas e embasadas em dados e informações de mercado, que são utilizados na tomada de decisão e no desenho dos cenários considerados.

Então, por exemplo, se uma empresa deseja aumentar sua capacidade de produção para atender uma demanda maior de mercado, precisa avaliar quais serão os impactos desse aumento de capacidade em seus custos, sejam eles positivos ou negativos.

Nessa análise, as dúvidas das empresas serão transformadas em número, permitindo uma análise dos diferentes cenários e a tomada de decisão sobre qual caminho a empresa vai trilhar dentro do horizonte considerado na análise de cenários.

Evitar contratempos

É relativamente comum as empresas se depararem com problemas financeiros, decorrentes de um mau planejamento das contas e dos destinos corretos de seu orçamento.

A simulação de cenários possibilita conhecer antecipadamente as situações, antes de que qualquer decisão seja tomada. Tal situação evita muitos contratempos, tais como possível redução ou aumento da mão de obra, variações nos custos, novos investimentos ou qualquer outro fator que impacte diretamente os custos e, consequentemente, os resultados da empresa.

A tecnologia tem sido cada vez mais indispensável ao alcance dos resultados empresariais. O uso de softwares para simulação de cenários permite um controle mais efetivo dos gestores sobre como monitorar os resultados da organização e identificar eventuais desvios. Assim, é possível que sejam corrigidos em tempo hábil, reduzindo os impactos sobre os resultados das empresas.

Considerando que os cenários são definidos para um determinado horizonte de tempo, eles devem ser revistos de forma a que possam ser incluídos fatores não considerados no desenho do cenário e que tenham ocorrido ao longo do tempo.

Em geral, esses fatores são externos às empresas e, dessa forma, são difíceis de serem previstos antecipadamente.


Gostou desse tema? Ele, assim como outros, fazem parte de nosso novo curso online sobre Gestão de Custos Logísticos! Para conhecer, na íntegra, o programa do curso, clique aqui.

Deixe seu comentário e compartilhe esse artigo em suas redes sociais.


REFERÊNCIAS:

BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos / logística empresarial. 5 ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

Como você classifica esse post?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.